24 agosto 2011

Já estamos com saudades

Hoje acordei triste, cheia de saudades... como diz o Rémi - Como é que você pode sentir saudades de alguém que ainda está aqui? Pois é, essas complexidades da existência humana (pelo menos a minha), que sofre por antecipação.


Foram 38 dias de muita felicidade, com a vovó Chel vivendo aqui com a gente. Foi um verão daqueles especiais, que me fizeram sentir criança novamente, curtindo os mimos da mamãe, e que fizeram o pequeno Max entender a gostosura que é ter uma avó pertinho dele.


Lembrarei de cada momento, de cada coisa nova que nosso little man aprendeu nestes dias que passou junta à vovó em Valldoreix, entre elas o toca aqui ó, bibi, brum quando quer a chupeta (ok, não me perguntem o porquê), mi  pra formiga, mi pro vídeo (ok, também não entendi a relação),  e uma enorme lista de coisinhas novas que se não ficaram registradas nos inúmeros vídeos da vovó, com certeza ficarñao na nossa lembrança.


Mas a vovó também viu lugares lindos, como La Chapelle na França e Tossa del Mar na Cataluña, e acabou até tendo que escalar para poder acompanhar o genro louco e fissurado em Psicobloc (um dia eu conto a nossa aventura em Montserrat um dia antes do Max nascer, de barrigão e tudo).


Vovó Chel, vamos sentir muito tua falta, uma saudade imensa que, na real, já estou sentindo antes mesmo de você ter viajado. 




19 agosto 2011

Caminho de Compostela com a vovó Grite

Já fazia mais de um ano que a vovó Grite organizava esta viagem com os filhos e netos. Na verdade, esse era um sonho antigo e que no fim de semana passado virou realidade pra ela - fazer o Caminho de Compostela para comemorar seu aniversário de 60 anos.


No começo confesso que fiquei preocupada - como vamos carregar nosso little man 22km nas costas (ele tem um ano e meio gentê), em pleno agosto (calorzão do verão) e ainda por cima levar comida, água, sacos de dormir e roupa pra nós três em uma mochila???


Vou poupar vocês dos preparativos porque o que importa na verdade foi o resultado final - foram 5 dias maravilhosos em família, caminhando e dormindo em refúgios em lugares lindíssimos, curtindo primos, sobrinhos e netos. Nós começamos o caminho na França, na cidade de Le Puy en Velay (um dos pontos de origem oficiais do trajeto), junto com a vovó Grite, que caminhou conosco durante 2 dias e que seguirá caminhando sozinha até o dia 25 de agosto. Ela planeja fazer quase 200km este ano, e continuar onde parou no ano que vem e assim subsequentemente, até chegar em Santiago de Compostela, na Espanha. 


Vocês podem acompanhar suas aventuras no blog 'Grite to Santiago'.


Deixo aqui algumas fotinhos da viagem pra vocês curtirem. 


Boa viagem vovó Grite!!! 

09 agosto 2011

Família Natureba 101 - Protetor Solar

Antes de ser mãe, minha única preocupação quando tinha que comprar protetor solar era o fator de proteção (SPF 20 para o rosto e SPF 8 para o corpo) e que a marca do protetor não me deixasse cheia de espinhas (odeio protetor gordurento, sim, sou assim de fresca!).


Depois que o Max nasceu, minhas prioridades mudaram radicalmente, principalmente quanto ao tipo de protetor solar que utilizamos em casa. Podem me chamar de mãe neuras ou bicho grilo, mas não é não. Li muito sobre o assunto e decidimos que, aqui em casa, só usamos protetor sem parabeno e se possível, do tipo mineral (isso, aquele grosso e difícil de espalhar), à base de dióxido de titânio ou de óxido de zinco.


Não é segredo pra ninguém que acompanha o blog, que nossa família adora atividades ao ar livre, praticar esportes e curtir uma praia... ou seja, que mesmo com boné, chapéu, camiseta, etc.... acabamos passando muito tempo no sol escalando, pedalando ou passeando por aí. 


Foi por isso que achei legal compartilhar com vocês algumas dicas sobre o assunto. 


Protetor solar 101 - 


Existem dois tipos de radiação ultravioleta prejudiciais à pele - UVA e UVB. Em inglês fica fácil de lembrar, já que o UVA é responsável pelo envelhecimento da pele (como em Aging) e o UVB pelas queimaduras (ou Burning). 


O problema começa aqui, já que a maioria dos protetores solares somente protege contra a radiação do tipo UVB. O sistema SPF (Sun Protection Factor), por exemplo, refere-se à proteção dos raios UVB. Os raios UVA penetram mais profundamente na pele, e nem sempre são 'filtrados' pelos protetores solares tradicionais. 


Outro problema importante refere-se aos ingredientes (produtos químicos) utilizados na fórmula dos produtos. Muitas vezes, a combinação de tais químicos pode ser até prejudicial à saúde.


Se você der uma pesquisada nos rótulos de cosméticos (shampoos, protetores solares, pastas de dentes, cremes de barbear, etc.) verá que a maioria contém Parabenos (Propylparaben, Isobutylparaben, Methylparaben, etc.). Este químicos agem como conservantes, prolongando o prazo de validade dos produtos e evitando o crescimento bacteriano.


A estrutura química do Parabeno é similar à do Estrogênio (fonte aqui). A EPA (Environmental Protection Agency) dos Estados Unidos declarou que todos os tipos de Parabenos possuem efeitos de desregulação endócrina. 


Protetores minerais (ou físicos) -


Segundo os dermatologistas (e pediatras), os melhores protetores solares são os minerais (também chamados físicos), pois são naturais e protegem a pele tanto dos raios UVA quanto dos UVB. 


O único inconveniente, de um ponto de vista estético, é que a maioria destes protetores deixa uma camada esbranquiçada na pele, além do que, costumam ser mais caros que os protetores tradicionais (ou químicos). Atualmente, no entanto, foram lançados no mercado vários protetores solares que, embora contenham apenas protetores físicos na fórmula, são praticamente transparentes em uma boa parte de cores de pele.


Nós usávamos o protetor mineral Eau Thermale Avène SPF 50 com o Max, mas detestávamos a capa cor salmão que acabava manchando a roupa. Decidimos trocar de marca, para os produtos Weleda, os quais ainda não testei, mas que em breve poderei opinar de maneira mais concreta.


No Brasil, existem várias marcas disponíveis, como a linha Anthelios, da francesa La Roche-Posay, ou a linha Neutrogena Pure&Free Baby Sunblock


No blog da clínica Performance vocês poderão encontrar uma lista de produtos testados pelo autor, a maioria disponíveis no mercado brasileiro. 


Para mais informação sobre o assunto, eu sugiro que vocês leiam o artigo de Shawna Robins no Huffington Post, ou que pesquisem a lista da EWG (Environmental Working Group), com os melhores protetores solares disponíveis no mercado. 


E você e sua família, que tipo de protetor usam - químico ou mineral? E que marca? Compartilhe sua experiência com a gente!


Eau Thermale da Avène
Linha Edelweiss da Weleda
Nova linha Pure&Free Baby da Neutrogena
Anthelios da francesa La Roche-Posay

06 agosto 2011

Família Natureba 101 (ou como ser mais 'Slow')

Foi durante a gravidez quando realmente comecei a me preocupar com o tipo de dieta (principalmente a origem dos alimentos que consumíamos) e o tipo de cosméticos que estávamos utilizando aqui em casa. 

Sempre li muito sobre o movimento bio (ou ecológico) e o movimento 'Slow Food', mas achava que vivendo em uma cidade como Barcelona, e trabalhando período integral, nunca conseguiria mudar nossos hábitos diários. 

Tudo parecia super caro e difícil de encontrar. Mas, com a gravidez, resolvi me coçar e procurar alternativas viáveis para o nosso bolso e que fossem saudáveis e naturais para nossa pequena família.

E, conversando com amigas mães (e quase mães), reparei que muitas me pediam para escrever sobre minha experiência aqui no blog. Então, resolvi começar uma série de posts sobre alguns hábitos novos que adquirimos por aqui, e que eu espero que possam servir para inspirar vocês a contribuirem com dicas e experiências pessoais, seja no Brasil, ou pelo mundo afora.

Chamarei esta série de posts de Família Natureba 101 (ou como ser mais 'Slow'). 


Em breve, o primeiro post!

{foto by Nicole Polk}

05 agosto 2011

Sucos para todos os gostos

Sempre ouvi as pessoas dizerem que criança adora frutas. Pois no caso do Max está máxima não funciona. Nosso little man não come fruta de jeito nenhum. De vez em quando come banana amassada com aveia, mas maçã, pera, melão ou qualquer outra fruta cortada em pedaços ele não come de jeito nenhum.


Tive que apelar para a criatividade - preparar sucos e vitaminas. O segredo é variar bastante pra não ficar cansativo. Encontrei umas receitas super legais no site bebe.com.br, compartilho com vocês minhas 3 preferidas:

Bom para fazer dormir
                                                                                       
Ingredientes: 
Meia pera pequena
1 xícara de chá de camomila frio
1 colher de açúcar mascavo ou mel (se o bebê tiver mais de 1 ano)

Refrescante                                                                              
                                                       
Ingredientes: 
Meia fatia de melancia
Meia pera
1 colher de sopa de folhas de hortelã (12 g)
Meio copo de água

Para dar energia


Ingredientes: 
1 kiwi pequeno
1 laranja média
5 uvas itália médias
Meio copo de água



(fonte: bebe.com.br)

02 agosto 2011

Merecidas férias a dois


Depois de passar frio no verão francês, decidimos curtir uns merecidos dias de descanso, a dois, no litoral mediterrâneo. Já fazia tempo que o Rémi falava sobre o parque natural do Delta do Ebro, um lugar lindo a duas horas de Barcelona. 


Acampamos como nos velhos tempos, de barraca e camping gás. Andamos e pedalamos muito, pudemos ler um livro tranquilamente, deitados na praia (quem tem filho pequeno sabe muito bem o que eu quero dizer com isso) e curtimos noites românticas, provando os tradicionais pratos locais (de frutos do mar!) e bebendo excelentes vinhos.


Como é gostoso e importante reviver estes maravilhosos dias a dois...  
Related Posts with Thumbnails