09 agosto 2011

Família Natureba 101 - Protetor Solar

Antes de ser mãe, minha única preocupação quando tinha que comprar protetor solar era o fator de proteção (SPF 20 para o rosto e SPF 8 para o corpo) e que a marca do protetor não me deixasse cheia de espinhas (odeio protetor gordurento, sim, sou assim de fresca!).


Depois que o Max nasceu, minhas prioridades mudaram radicalmente, principalmente quanto ao tipo de protetor solar que utilizamos em casa. Podem me chamar de mãe neuras ou bicho grilo, mas não é não. Li muito sobre o assunto e decidimos que, aqui em casa, só usamos protetor sem parabeno e se possível, do tipo mineral (isso, aquele grosso e difícil de espalhar), à base de dióxido de titânio ou de óxido de zinco.


Não é segredo pra ninguém que acompanha o blog, que nossa família adora atividades ao ar livre, praticar esportes e curtir uma praia... ou seja, que mesmo com boné, chapéu, camiseta, etc.... acabamos passando muito tempo no sol escalando, pedalando ou passeando por aí. 


Foi por isso que achei legal compartilhar com vocês algumas dicas sobre o assunto. 


Protetor solar 101 - 


Existem dois tipos de radiação ultravioleta prejudiciais à pele - UVA e UVB. Em inglês fica fácil de lembrar, já que o UVA é responsável pelo envelhecimento da pele (como em Aging) e o UVB pelas queimaduras (ou Burning). 


O problema começa aqui, já que a maioria dos protetores solares somente protege contra a radiação do tipo UVB. O sistema SPF (Sun Protection Factor), por exemplo, refere-se à proteção dos raios UVB. Os raios UVA penetram mais profundamente na pele, e nem sempre são 'filtrados' pelos protetores solares tradicionais. 


Outro problema importante refere-se aos ingredientes (produtos químicos) utilizados na fórmula dos produtos. Muitas vezes, a combinação de tais químicos pode ser até prejudicial à saúde.


Se você der uma pesquisada nos rótulos de cosméticos (shampoos, protetores solares, pastas de dentes, cremes de barbear, etc.) verá que a maioria contém Parabenos (Propylparaben, Isobutylparaben, Methylparaben, etc.). Este químicos agem como conservantes, prolongando o prazo de validade dos produtos e evitando o crescimento bacteriano.


A estrutura química do Parabeno é similar à do Estrogênio (fonte aqui). A EPA (Environmental Protection Agency) dos Estados Unidos declarou que todos os tipos de Parabenos possuem efeitos de desregulação endócrina. 


Protetores minerais (ou físicos) -


Segundo os dermatologistas (e pediatras), os melhores protetores solares são os minerais (também chamados físicos), pois são naturais e protegem a pele tanto dos raios UVA quanto dos UVB. 


O único inconveniente, de um ponto de vista estético, é que a maioria destes protetores deixa uma camada esbranquiçada na pele, além do que, costumam ser mais caros que os protetores tradicionais (ou químicos). Atualmente, no entanto, foram lançados no mercado vários protetores solares que, embora contenham apenas protetores físicos na fórmula, são praticamente transparentes em uma boa parte de cores de pele.


Nós usávamos o protetor mineral Eau Thermale Avène SPF 50 com o Max, mas detestávamos a capa cor salmão que acabava manchando a roupa. Decidimos trocar de marca, para os produtos Weleda, os quais ainda não testei, mas que em breve poderei opinar de maneira mais concreta.


No Brasil, existem várias marcas disponíveis, como a linha Anthelios, da francesa La Roche-Posay, ou a linha Neutrogena Pure&Free Baby Sunblock


No blog da clínica Performance vocês poderão encontrar uma lista de produtos testados pelo autor, a maioria disponíveis no mercado brasileiro. 


Para mais informação sobre o assunto, eu sugiro que vocês leiam o artigo de Shawna Robins no Huffington Post, ou que pesquisem a lista da EWG (Environmental Working Group), com os melhores protetores solares disponíveis no mercado. 


E você e sua família, que tipo de protetor usam - químico ou mineral? E que marca? Compartilhe sua experiência com a gente!


Eau Thermale da Avène
Linha Edelweiss da Weleda
Nova linha Pure&Free Baby da Neutrogena
Anthelios da francesa La Roche-Posay

9 comentários:

Mãe de Duas disse...

Adorei as dicas, Van!
Vou ficar mais ligada agora.
Bjos
Pri

Celi disse...

Ótimas dicas! Sou fã desses que citou. Geralmente usamos da La Roche Posay.
Beijos

Lis disse...

Van, isso é perfeito!!
No verão rolou toda uma polêmica sobre os protetores - raios UVA e UVB na mídia. Mas não sabia desta distinção quimica e mineral.Adorei a dica. Se quiser conferir, aqui no Brasil temos uma revista chamada PRO-TESTE que testa todos os produtos. Grande beijo, Lis.

Vanessa Ribeiro disse...

Oi Lis, valeu as dicas, vou pesquisar sim. Gosto muito da Weleda, pois sao produtos naturais, uso até pasta de dentes para o Max e ele adora!

Celi, a La Roche-Posay é uma excelente alternativa, principalmente para as mamaes :-)

Beijinhos
Van

Mamma Mini disse...

Van, para os branquelos aqui de casa La Roche na veia...rs rs rs rs, sempre usei no David, agora que ele tá maiorzinho tem um americano Spray Banana Boat para crianças fator 60 que é ótimo e segura bem a proteção, mas não é como esses outros, eu uso SUNMAX 60 pra mim e meu marido curte o bom e velho Sundown rs rs rs mas aqui todo mundo usa filtro solar antes de qualquer programação too!
beijo

julianaxl disse...

adorei o post, Van! aqui em casa usamos Clarins. xx

Roberta Lippi disse...

Van, sabe que eu nunca me atentei muito para essa questão dos filtros solares? Eu sempre me preocupei mais no primeiro ano de vida, depois dei uma desencanada (apesar de sempre usar marcas boas). Mas vou ficar de olho nisso, viu, gostei das dicas.
Beijos

Vanessa Ribeiro disse...

Oi Ro,

Pois é, eu também nem conhecia este lance de protetor mineral e estamos adorando. Acabei nao encontrando o da Weleda e comprei um da LÓreal que é excelente.

Beijos
Van

Dr Paulo Freire disse...

Como médico dermatologista, tenho dificuldade de memorizar todos os nomes de produtos dermatocosméticos do mercado brasileiro. Para vocês terem uma idéia, já cataloguei 103 Fotoprotetores FPS 30. E ainda não terminei. São centenas de produtos, de diferentes fabricantes, com diferentes indicações e apresentações.

Criei então uma página apenas com estes produtos

http://www.saudedireta.com.br/catalogo.php

que pode ser consultada por qualquer pessoa. Pode-se escolher por nome, por fabricante, e por indicação. Todos os produtos foram criteriosamente selecionados, sob o ponto de vista dermatológico.

Além disso, vocês podem selecionar um ou vários produtos e imprimir. Aqueles nomes complicados em francês e inglês agora não são mais problemas. Vocês também podem opinar sobre os produtos e dar nota para eles.

Related Posts with Thumbnails