06 maio 2011

Nossa querida Ilha

Estou pensando em fazer vários posts para contar nossas aventuras no Brasil, assim também posso matar as saudades destes dias maravilhosos com a família e amigos no nosso país lindo!


Foram vários os passeios maravilhosos que fizemos com o nosso little man nestas três semanas de férias, mas um que ficará marcado no nosso coração foi o da nossa primeira viagem em família á Ilha do Mel. A ilha tem um cantinho especial reservado no meu coração, e poder compartir este carinho que sinto por ela com meu marido e filho foi muito especial. 


A parte chata foi que quase tivemos que cancelar a viagem por causa da chuva forte que destruiu e bloqueou o acesso ao litoral paranaense durante mais de 3 dias consecutivos. Um susto tremendo! Foi muito triste ver Morretes, cidade onde nos casamos em 2008, completamente debaixo d'água. Depois de muitos conselhos de pessoas queridas que achavam que nós éramos loucos de descer pra Ilha naquela semana, e também de muitos telefonemas para a polícia rodoviária da Alexandra-Matinhos, resolvemos respirar fundo e enfrentar a força da natureza (na real meu marido muito mais que eu ;-)). 


Chegamos em Pontal do Paraná com um tempo horrível. A previsão para a semana toda era de chuva e céu nublado. Mas tudo bem, o que importava era curtir a nossa ilha fizesse chuva ou sol. Aproveitamos que chovia super forte e fizemos um pit stop relâmpago em uma lojinha de Pontal, para comprar um guarda-sol (eita boa vontade), parafina pra prancha, muitas revistas e um João Bobo, que fazia mais de um ano que eu estava procurando pro Max (e olhe só onde é que fui acabar encontrando o figura).


Pegamos o barquinho depois de 10 minutos de banho de chuva no estacionamento (que o Max adorou, claro!) e foi pisar no trapiche da Ilha que abriu aquele solzão maravilhoso. Parecia que São Pedro tinha até se comovido com nossa força de vontade. Foram três dias inesquecíveis de sol, com um calorzinho gostoso mas não insuportável (valeu São Pedro, até nisso vc foi parceiro, já que caprichou no tempo, porque sol forte com um bebê de 1 ano numa ilha com praias sem árvores não é uma equação nada agradável né?).


Ficamos na Pousada Plancton (velha conhecida da turma da velha-guarda da Ilha) e foi muito gostoso, já que deram pra gente um quarto bem na casa principal (aquela das antigas), com um gramado lindo pro Max brincar e um bercinho de viagem que eles nos ofereceram como cortesia. 


Nosso restaurante principal na Ilha sempre foi e segue sendo o Mar & Sol, bem na pracinha (bom, eu chamo de pracinha) do orelhão. 


Apesar de muitas coisas terem mudado na Ilha (mais pousadas, pousadas antigas que mudaram de nome - a da Colméia agora virou BeeHouse :-), um Youth Hostel, duas Lan House, serviço de aluguel de bicicletas e até um resort) outras continuam intactas, como a tranquilidade das horas que passsam devagar, os siris na praia Grande, o PF de peixe e feijão preto, a típica torta gelada de maracujá, cachorro na praia, bichos geográficos e os pernilongos vampiros ;-)


Deixo aqui pra vocês umas fotinhos destes dias maravilhosos que passamos na nossa querida Ilha. Ah, e ia esquecendo, queridos Tati e Jean, valeu pela mochila viu?












4 comentários:

Momento Hengs disse...

Lindossssssssssss.....
Nós sentimos muita falta de vcs sempre aqui, tdos os dias....
Meu Deus, o Max ta muito fofo nas fotos..... que sauds de ser acordada tdo dia as 7 da manha com ele querendo ver minha janela.... ai ai :-)
AMO VCSSSSSSSSSSSSSSSSS

Lis disse...

Vane, Rèmi e Super Max littleman
É emocionante acompanhar e compartilhar a aventura da família toda.
Saudades e que vontade de ver vcs!!
Grande abraço.

Claudia disse...

Vanessa querida
Lindas fotos! Adorei!
Que lugar lindo.
Aproveito para desejar um feliz dia das mães!!!
Grande beijo no seu coração

http://blogdaclauo.blogspot.com/

Vanessa Ribeiro disse...

♥♥♥

Related Posts with Thumbnails