27 fevereiro 2011

Bebês sentem saudades?

Devo confessar que ando meio ansiosa e apreensiva com toda essa história da viagem pro Rio. Já faz um tempão que o Rémi e eu estamos planejando uns dias a sós para descansar, dormir até tarde, ir ao cinema, restaurante, etc, etc, etc...


Semana que vem viajamos para o Brasil, ficamos três dias nos meus pais em SP e depois viajamos para o Rio só nós dois, sem nosso little man que ficará com os avós e a tia He em SP. Eles estão pra lá de contentes de cuidar do Max enquanto curtimos um merecido break de carnaval na cidade maravilhosa. Na real, o que me preocupa disso tudo, não é se o Max ficará bem com os meus pais (tenho certeza de sobra que sim!) mas tenho uma dúvida cruel na minha cabeça: será que ele vai sofrer de saudades? Será que vai ficar traumatizado pensando que os papais não voltam mais?


Parece melodramático, mas nosso little man nunca ficou longe de nós dois juntos por mais de uma tarde. Sempre estávamos ou eu ou o papai por perto. Minha querida amiga Yasmina me consolou com suas idéias e teorias mirabolantes dizendo -Vane, os bebês não têm noção do tempo. Eles não sabem diferenciar 4 horas de 4 dias. Então fiquei pensando e achei que sua teoria tinha fundamento, e fiquei me sentindo bem melhor. Até que falei com o maridão que jogou a teoria da Yas no chão e pisou em cima... - Vane, claro que o Max vai sentir saudades da gente, é normal! Você tem cada uma!


Arghhh!!! E eu que já estava toda conformada, me senti em pedaços. Vou traumatizar meu filho pro resto da vida, que faço? Fui lá no Google, claro, procurar em todos os idiomas possíveis, com todas as palavras chave e combinações imagináveis: bebê saudades, bebê+noção de tempo, papais+férias sem bebê, trauma+bebê+saudades, etc... Encontrei coisas legais, tipo este post da Adriana, este artigo da revista Crescer mas que fala só de crianças a partir de 3 anos, e este artigo da Smart Parenting que é muito bom e recomendo. Todo mundo fala de crianças, nunce de bebês... acho que esse assunto só preocupa essa pessoazinha que os escreve viu?


Segundo a Smart Parenting, até os dois aninhos os bebês somente reconhecem o dia e a noite, mas ainda não têm noção de tempo, dias, etc... Ou seja, minha amiga Yasmina estava correta, mas o Rémi também porque isso não significa que nosso little man não sinta saudades, estranhe o novo ambiente e fique triste... 


Você já passou por isso? Já viajaram os dois e deixaram o bebê com os avós uma semana? Help!

12 comentários:

Ingrid Souza disse...

Estivemos na Hungria visitando meus sogros por 17 dias entre Natal e a primeira semana de janeiro, confesso que o maximo que consegui foi deixar o fofucho com eles duas vezes a noite pra sair, certeza que se fosse MIIIIIINHA famlia eu teria deixado mais hahahha, fato é qe nao confio muito nos meus sogros, minha sogra eh daquelas irritantes metida a sabe tudo, e pra piorar faz tudo completamente diferente de mim, na minha cabeça ela ia preferir deixar o menino chorar doque me ligar e mandar voltar pra casa, já minha mae, bom, minha mae é minha mae e não tem ninguém melhor no mundo pra eu deixar meu filho, em Dezembro estamos indo pro brasil e eu tb ja tenho planejado uns diazinhos de ferias, acredito que sentimos mais falta dos nossos pquenos doque eles de nós. =)

Beijocas e fica tranquila, no final vai ficar todo mundo feliz da vida! =)

Thaís Rosa disse...

ai van, não sei se posso te ajudar...
eu demorei pra ter coragem de viajar sem o caio, a primeira vez ele tinha 1 ano e meio mais ou menos, mas fui só eu, dani não foi. Mas a minha crise era mais a amamentação. Eu concordo com a teoria da sua amiga, acho que ele vai sentir saudade sim, mas não vai diferenciar se for uma tarde ou várias. Ainda mais sob cuidados de pessoas tão queridas.
Então, se vai fazer bem pra vocês, relaxa e não sofre por antecipação não. Eu sofri muito antes de sair nessas viagens, e depois saquei que eles ficam ótimos, e também é uma delícia quando a gente volta. Tem uns posts lá no blog sobre essas nossas separações.
beijo, relaxa e aproveita
tha

Nivea Sorensen disse...

Oi Van,
Eu acho que pode ser até que ele sinta saudade,sim. Mas com certeza não vai ficar traumatizado por causa disso. Vc não pode protege-lo de tudo e evitar que ele passe por situações como essa. Saudade é comum, todo mundo sente em algum momento da vida. Pensa que se ele sentir saudade como vai ser bom ver vocês na volta!
Beijo e proveite a viagem.
N.

Luana disse...

Oi Van!!!!
Que situação difícil né...!!!!
Eu e o Yuri nunca viajamos sozinhos depois que o Bruno nasceu... mesmo ele tendo 5 anos agora, não consigo imaginar nós dois muitos dias longe dele...
O Yuri viajou pra te visitar quando o Bruno tinha 1 ano e pouquinho e olha... ele perguntava do papai todos os dias.
Acho que a palavra não seria "saudade" e sim "sentir falta". Ele está acostumado com vocês e agora vai estar com pessoas diferentes...
Vale lembrar que essas pessoas o amam demais e tenho certeza que vão fazer o possível para que ele se divirta e não perceba tanto a ausência do papai e da mamãe. Isso é o mais importante!!!!

Beijoooss pra vcs!!!

Mãe de Duas disse...

Oi Van!
Já fizemos isso algumas vezes e sempre foi muito bom. É claro que fico pensando (e falando) nelas todo tempo, mas faz um bem danado sentir uma saudadezinha, viu? Todo mundo fica feliz: os pais porque descansam, os avós porque podem curtir os netos sem restrições e os pequenos que ficam sendo mimados 100% do tempo ;-).
A última vez que fiz isso fui pra Disney só eu e a Stella e deixei a Lia com minha mãe (marido tava na Espanha). Quer saber? Lia nem deu bola pro Mickey, ela queria mesmo era ter a vovó só para ela (para o alívio da minha culpa monumental da situation)!!

Bjs
Pri

Carol P disse...

Eu viajei por 1 semana com meu marido quando a C tinha quase 1 ano, e ela ficou com mina familia. Doeu mais em mim q nela.
Agora q ela ja tem mais de 1 ano e meio acho q seria diferente. Mas continuo achando q a gente sente mais q eles, pois eles ficam sendo duplamente paparicados, e nos depois do segundo dia jah relaxmos.
bj

asvoltasqueeudoupelomundo disse...

Querida, em primeiro lugar já atendi o seu pedido e coloquei mais um postzinho. Está nos meus planos ser mais assídua. ; )
Em segundo lugar, o que você vai ter é o meu sonho de consumo. Rs. Aproveita. Seu filhote tem muito o que aprender. Saudade é uma delas. E a alegria do reencontro é outra. Mas na minha opiniao de pseudopsicóloga, ele vai sentir mais falta de rotina e do cantinho dele, do que de você! Rs. Peça para a sua mae manter a rotininha, leve o brinquedo favorito, o cobertorzinho e fique tranquila. Ele vai ficar bem.
Beijos.

Renata disse...

Nunca aconteceu comigo, mas já aconteceu com uma amiga (ela teve que viajar por 1 mês quando o filho tinha menos de um ano) e o menino ficou super bem. Claro que eles sentem nossa falta, mas não devem conseguir formar a noção de "quanto tempo" ou "eles não vão mais voltar". A gente é que fica com o coração na mão só de pensar...
Relaxa que vai dar tudo certo!

Carol Passuello disse...

Oi Van!
Olha, eu acho que eles sentem saudades sim. Quando eu viajo eles chamam por mim (sim, parte o coração), mas quando eu dou uma saidinha não.
Ai que dor!

Vanessa Ribeiro disse...

Oi meninas,

Nossa, me emocionei com o apoio de vocês. Essa semana tem sido muito 'crazy busy' aqui e muito emocional já que faz mais de uma ano que nao viajo pro Brasil e a última vez foi grávida de 5 meses.

Vou lembrar de cada uma das histórias que vcs dividiram comigo e também dos conselhos e o carinho durante minha viagem.

Na volta, prometo escrever um post de como foi minha experiência tá?

Beijos
Van

Camila disse...

Viajei por uma semana com meu marido duas semanas depois de minha filha completar um ano. Ela ficou super bem, minha mae ficou com ela e deu tudo certo. Na verdade também acredito que eles sintam saudades, mas eles não tem noção de se você vai demorar 10 minutos ou 10 dias pra voltar. Quando eu voltei que me acabei de tanto chorar de saudades que eu estava... Mas foi ótimo viajar com o marido. Já estou planejando mais uma viagem para este ano...

Daniella disse...

Oi Vanessa! Bem, neuropsicologicamente falando...vc vai sofrer mais que ele!
O Bebê sente a sua falta sim, mas não da mesma forma que nós e tbm nao necessariamente com sofrimento. Além disso, é a falta que nos faz criar uma representação interna daquilo que tivemos...e queremos.
Isso na teoria pq na pratica nao consigo me imaginar viajando sem o Neni, ádmiro e incentivo quem consegue, pois acho super saudável. Só nao sei qdo eu estarei pronta... Mas se vc sente que está, fica tranquila. Bj

Related Posts with Thumbnails