22 setembro 2010

Meninas que vivem vida de menino

Foto by JENNY NORDBERG

Enquanto eu esperava o meu vôo de Berlin pra Barcelona resolvi folhear o International Herald Tribune (único jornal disponível em algum idioma que não fosse o alemão!).

A matéria da capa chamou muito a minha atenção: ‘A boys life for Afghan girls’ (Vida de menino para as meninas Afegãs). A jornalista conta a história de Mehran, ou melhor, Manoush, a filha mais nova do casal Rafaat. Depois de duas tentativas frustradas de gerar um filho, os pais de Manoush decidiram um belo dia que sua caçula passaria a ser menino. Lhe chamaram Mehran, lhe cortaram o cabelo e lhe vestiram com roupas de guri.

Por incrível que pareça, esse é um costume muito comum no Afeganistão e que já vem sendo praticado há séculos. Segundo a crença popular, as mães disfarçam a filha do sexo feminino em menino que é para trazer sorte na próxima gravidez e aumentar as probabilidades de nascer um bebê do sexo masculino.

O mais incrível é que essas meninas bacha posh (meninas vestidas de meninos, como são chamadas em Dari) quando alcançam a puberdade se ‘transformam’ em meninos novamente, depois de quase 8 anos sendo meninos.

Muitas bacha posh sofrem graves transtornos de personalidade e também de comportamento, já que durante vários anos se relacionaram com pessoas do sexo oposto e não sabem como relacionar-se com amigas do sexo feminino.

Vocês já imaginaram ter crescido menino e na 8ª série voltar a ser menina? Que loucura né gente?

Um comentário:

Carol Passuello disse...

Que horror!
Tem um filme iraniano que também conta a história de uma menina que teve que viver como menino pra fugir do regime talibã. O nome é Osama e é super triste...
Bjs

Related Posts with Thumbnails