29 dezembro 2010

My Mother's Clothes

Achei bonita essa homenagem de filha para mãe. 

Depois de assistir o vídeo abaixo e ao folhear o livro, várias imagens e lembranças bonitas do guarda-roupa da minha mãe vieram à tona. Algumas peças eu usava quando menina brincando com a minha irmã (He, lembra quando quase perdemos o anel da mãe que voou pela janela no Ed. Paraná?); outras que eu emprestei para festinhas de salão de prédio (aquelas tipo dança da vassoura) e outras que lembro com carinho da minha mãe toda lindona saindo com o meu pai.


Bonita homenagem, felizes momentos... acho que estou meio nostálgica esse ano, meu primeiro natal como mãe...

My Mother's Clothes from Welcome Books on Vimeo.

28 dezembro 2010

Nosso igloo de Natal

6 horas depois
Só falta o acabamento
Brinde de champagne no igloo (noite de Noel)
O dia seguinte de manhã
Igloo: Um abrigo feito de neve utilizado por gente que habita as zonas de frio extremo, tais como as do Alasca e do Ártico. As pessoas que mais utilizam os igloos são os esquimós (definição da Wikipedia).

24 dezembro 2010

Finalmente férias e feliz natal!

tudo branquinho lá fora
Finalmente férias!!!! Acabamos de chegar na Chapelle para passar uma semana com a família. Lá fora neva sem parar, faz aquele frio gostoso (para quem está dentro curtindo uma lareira, claro!), e respira-se aquele ar de Natal junto com as pessoas que amamos. Tirei uma fotinho da janela da sala para vocês curtirem a neve branquinha no jardim.

Sinto saudades dos meus pais, irmãos e sobrinho que estão longe, ai que bom seria estarmos todos pertinho hoje. Nosso little man continua doentinho, com um pouquinho de febre e tomando antibiótico (resistimos uma semana mas ontem tivemos que dar o braço à torcer já que agora a bronquite virou infecção de ouvido) para ver se melhora rapidinho pra curtir a vovó e o vovô Storm.

Feliz Natal à todos! Prometo que esta semana terei mais tempo para ler todos os blogs que há muito quero visitar com bastante calma...

20 dezembro 2010

Cinco dias para as férias com bronquite e febre

foto by Neest
Falta menos de uma semana para as férias e nosso little man está super doentinho... no sábado tivemos que correr para o hospital, fazer vários exames e o diagnóstico foi bronquite aguda com hipoglicemia (não me perguntem, também achei dois diagnósticos completamente opostos). 


Estamos em casa agora depois de uma noite super cansativa no hospital. Nosso little man se sentiu bem o dia todo mas de tardezinha voltou a piorar um pouquinho com febre e muita tosse. Estamos todos com o astral meio baixo esperando que o Max volte a se sentir bem de novo...

17 dezembro 2010

Working Mom Fernanda (Fê) Franken

Fê e David
Fernanda (Fê) Franken, 32 anos, mora em São Paulo, é estilista e empresária (Mamma Mini) e mãe do David, de 2 anos e 7 meses.

Blog   Web

Fiquei super feliz quando a Fê aceitou inaugurar o Working Mom, uma série de posts quinzenais de entrevistas com mamães (e papais) que nos contarão, em primeira mão, como fazem para driblar os desafios e delícias da vida com filhos e, como conciliam os deveres de casa com a vida pessoal e profissional.

Um dia normal na tua vida...
Ser acordada pelo David, fazer um momento família pra ele tomar um leitinho na nossa cama vendo TV com a gente, depois arrumar ele pra ir pra escola, tomar banho, café da manhã e ir pro escritório (em casa) trabalhar. Fico praticamente a manhã toda respondendo emails, resolvendo pendências, falando com fornecedores, desenhando, tudo o que exija concentração aproveitando que o filhote está na escola.

Depois busco ele na escola , almoçamos juntos, dou banho, coloco ele pra dormir e faço tudo o que tenho que fazer fora de casa. Aproveito para resolver as coisas externas na parte da tarde: compras, correios, reuniões, cafés e afins... volto para casa e continuo trabalhando no computador.

Depois do jantar do David fecho o computador e ficamos brincando até a hora do banho. Dou banho, leitinho e coloco pra dormir. E assim vai (risos).

Trabalhar e ser mãe é compatível?
Eu acho totalmente compatível e acho até necessário. Não conseguiria ser apenas mãe. Trabalho desde os 14 anos, sempre fui super independente, escolhi minha profissão por paixão. Com a Mamma Mini faço o que gosto, me dá um trabalho do cão mas acredito muito, então cada conquista dá um prazer danado. 

A maternidade é a parte principal da minha vida, e meu filho é definitivamente minha prioridade (...) mas além de mãe dele, sou profissional, sou a mulher do pai dele, sou amiga das amigas, filha da mãe, neta da avó, nora da sogra, tenho vida social. O que eu não acho compatível é focar apenas no trabalho. Para mim não foi compatível e eu tratei logo de encontrar uma alternativa para resolver esta situação. Confesso que me perco bastante na minha rotina, priorizo várias vezes coisas erradas, mas estar perto do meu filho e ver de pertinho ele crescendo me dá a sensação de que estou fazendo a coisa certa. Não deixar minha vida profissional de lado também. Acho que estou  no caminho do equilíbrio entre trabalho e maternidade.

Trabalhar fora ou ficar em casa?
Eu trabalho em casa, mas já vi que trabalhar somente em casa é complicado justamente por causa das prioridades. É preciso muita disciplina, montar uma rotina diária que facilite a vida, porque além das coisas de trabalho eu também faço as compras de supermercado, sacolão, chamo a lavanderia, faço o cardápio que a empregada vai cozinhar, compro a lâmpada se a luz queimou e afins. Se você sai para trabalhar fora, estas coisas  domésticas não entram na sua lista de tarefas porque você vai dar um jeito de fazer depois.  

Outra dificuldade é falar ao telefone com clientes e fornecedores com o David falando ao fundo, ou me chamando, ou cantarolando... quando tenho uma ligação importante eu tenho que fechar a porta do escritório e explicar pra ele que tenho que falar algo muito importante com alguém do trabalho. Ele entende médio. Ele entra no meu escritório várias vezes para falar comigo, pegar canetinhas ou carimbos emprestados (...) ele costuma chamar o escritório de “seu trabalho”. Ele diz sempre pra mim “posso ir pegar um lápis no seu trabalho mamãe? “  acho super engraçado... 
O fato de estar aqui diariamente, mesmo que trabalhando, me possibilita ter alguns momentos extras com o David no decorrer do dia, palpitar nas coisas que a babá está fazendo ou simplesmente fechar tudo e ir pro parque com ele curtir o final de tarde. Quando voltamos, coloco ele pra dormir e volto pra labuta. Ás vezes termino umas 23h, mas mesmo trabalhando full time fico mais feliz com a flexibilidade que minha rotina me permite. Sou muito mais feliz hoje do que era quando trabalhava em empresa e fechava a gaveta as 19 horas.

Qual o segredo para encarar o dia e conseguir fazer tudo (ou quase tudo) que tem que fazer?
Eu nunca consigo fazer tudo o que preciso. Aliás, se você descobrir o segredo eu também quero saber! Vivo no liquidificador, como diz uma grande amiga minha... tudo junto o tempo todo agora. Estou sempre atrasada para tudo, mando um milhão de emails, penso em um milhão de coisas, faço um milhão de trabalhos, mil coisas do David, mil coisas da casa, mas dá tudo certo. Acho que ano que vem preciso de uma assistente, juro! Talvez este seja o segredo para conseguir fazer tudo...

Um conselho para encarar a rotina de bom humor
Fazer o que se gosta. Isso acho que é meio caminho andado. Eu sou feliz, sempre! Agradeço diariamente pois tenho uma vida ótima, um filho saudável e perfeito, um marido que eu amo e me dá muito suporte e um trabalho que eu simplesmente adoro e faço tudo para que dê certo. 

Tento dar atenção às coisas realmente importantes e priorizar minha família. E não me descabelo por nada, só pela saúde do David. Eu tento ver beleza em tudo e isso me deixa feliz. Meu marido me faz rir muito, acho que temos que levar a vida com leveza, ouvir bastante música, ficar feliz com as pequenas coisas. Uma tacinha de vinho de vez em quando também me deixa com o humor ótimo (risos).

E para recarregar as pilhas?
Massagem, manicure e viagens para o campo no fim de semana. Viajar nos finais de semana faz a gente voltar com a bateria no "talo". Também preciso de uns momentos sozinha, só eu e mais ninguém. 

Nada disso seria possível sem...
Amor. Acho que o amor move o mundo, move minha vida, move minha casa, move tudo por aqui. 

O que mudou na sua vida desde que você é mãe?
Nunca mais pensei em mim antes de qualquer coisa. O David SEMPRE vem antes. Provei do amor incondicional, não sabia que existia algo assim. Um amor profundo que até dói. Aquele desejo latente que seu filho seja saudável para sempre, tenha vida longa e seja feliz. Eu me torno uma pessoa melhor todos os dias com o meu filho. Aprendo a ser mais generosa, mais compreensiva, mais tolerante, mais paciente, mais esperta, mais feliz.

Uma alegria...
Ver o David crescendo e se tornando uma criança muito legal. Ele é querido, educado, carinhoso, preocupado com os outros. Ver meu filho ser tão querido e especial me enche de alegria e orgulho. Ver ele feliz é tudo para mim. Se ele está feliz, eu estou muito, muito feliz.

16 dezembro 2010

9 meses

Nosso little man já está com 9 meses... e pensar que fiquei esse mesmo tempo grávida com ele na minha barriga é uma emoçao incrível!

15 dezembro 2010

Goodies

Desde menina que adoro paper dolls, adesivos e colecionar papéis de carta. Olha só que graça os modelinhos disponíveis para download no site da Kireei ...

13 dezembro 2010

Working mom (and dads)


Já faz algum tempo que quero fazer um post quinzenal chamado 'Working Mom' para poder compartilhar experiências e histórias de outras mamães trabalhadoras (e papais também, por que não?) ao redor do mundo. Acho legal e sempre fui curiosa para saber como é que outras mamães encaram essa mudança gigante e linda que é a maternidade e como fazem para driblar os desafios e conciliar os deveres de casa com a vida profissional e pessoal.

Nesta sexta-feira publicarei minha primeira entrevista. Escolhi uma mamãe blogueira e empresária para inaugurar o 'Working Mom'. Vou deixar o título em inglês porque fica bem mais legal que traduzir para 'Mãe que Trabalha' (hum, estranho né?).


Como dizem os ingleses... watch this space!

12 dezembro 2010

Baby Tokyo Cafe

Vai dizer que esse café de Tokyo não é tudo de bom? Quem me dera cada cidade tivesse seu baby cafe...


Algumas regrinhas básicas do estabelecimento:


Não é permitida a entrada de crianças com mais de 7 anos 
 Adultos somente acompanhados (de uma criança claro!)
 Mulheres grávidas também são bem-vindas

11 dezembro 2010

Essas pequenas coisas...

Pequenas coisas que me fazem sorrir de manhã... ver os amiguinhos de banho do Max assim tão estratégicamente arrumadinhos. Que faria eu sem a Ivonete nas sextas-feiras?

10 dezembro 2010

Kireei Magazine

O pessoal da 'Kireei Cosas Bellas' acaba de lançar uma revista online bi-anual muito linda (como tudo que eles fazem) com muitos trabalhos DIY e outras coisinhas legais. 


Kireei Cosas Bellas
www.kireei.com

09 dezembro 2010

15 dias para as férias

photo by Neest
Sim, hoje e amanhã não trabalho já que na segunda e quarta (feriadão de cinco dias) tive que viajar a trabalho para um pitch em Londres (super stress!!!). Tive enxaqueca e tudo, uma bela droga de viagem.


Então que deixei o Max na escolinha hoje de manhã e aproveitei o dia para ir no salão e fazer comprinhas em Barcelona. Amanhã tenho massagem lá na Sandra e troquei o tratamento facial de raio de luzes da Carole (sim, minha depiladora só trabalha com produtos naturais e biológicos e me deu de presente essa sessão que não faço idéia do que seja) por um bom japonês na hora do almoço já que ela viajou essa semana.


Morar fora de Barcelona tem muitas vantagens, e uma delas é que a depiladora e a massagista são minhas vizinhas de bairro... e que tudo custa bem mais barato que na cidade condal! (além de ter o parque de Collserola no final da rua). 

05 dezembro 2010

Roupinhas de tricot

Quando a minha mãe esteve aqui visitando a gente eu filmei várias sessões de aulas de tricot com ela, assim poderia revisar coisinhas simples como colocar a lã na agulha, fazer barra de blusa e até tentei me aventurar no mundo maravilhoso das tranças. 


Sendo bem sincera, nunca mais tive tempo de assistir os vídeos novamente nem de pegar nas minhas agulhas de tricot mas, como o Max tem duas vovós super tricoteiras resolvi postear aqui no Coisas Minhas o link de um blog M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O que comparte grátis patterns de roupinhas de tricot para crianças - uma coisinha mais linda que a outra. As fotinhos aí em cima são inspiradoras não? Pois tem muito mais lá no site, selecionei algumas das minhas favoritas.


Para as vovós e mamães tricoteiras, esse blog recomenda uma visitinha ao site da loja Spud & Chloë (e muito!). 

03 dezembro 2010

Revista W edição dedicada à família

Hoje pedi à minha sogra que vive nos EUA para trazer para mim a última edição da revista W 'the family issue'.


Fotos lindíssimas e reportagens exclusivas com Madonna, família Fendi, os Freud, Sofia Coppola e muito, muito mais...


Revista W
http://www.wmagazine.com/

02 dezembro 2010

Unicorns, Rainbows and work-life balance by Pamela Slim

Ultimamente tempo é um conceito tão valorizado e distante no meu dia a dia que sinto uma pressão enorme tomar conta de mim. Não consigo montar o álbum de fotos da escolinha do Max, o blog virou prioridade número 2 (ou 3, depende da semana), sair com os amigos é quase impossível no meio da semana (e no fim de semana tenho tanto sono que só quero dormir), cinema não vou já faz mais de um ano e praticar esporte virou utopia.


Então resolvi tirar dois dias de férias na semana que vem e fazer uma "ponte" do feriadão mas... para minha (triste) surpresa, tínhamos tudo organizado quando meu chefe me pediu o enorme favor de viajar a Londres na segunda feira (bem no meio do feriadão) para um pitch de um novo cliente!!! Arghhhhh...


Ok, uma pequena mudança de planos e transferi o feriado para a quinta e sexta, stress free. 


Mas no meio de toda essa bagunça de vida e rotina acabei caindo sem querer em um blog chamado Escape from Cubicle Nation (talvez atraída pelo título?) e uma surpresa muito feliz foi o post Unicorns, Rainbows and work-life balance. Está em inglês, mas aconselho que utilizem o Google Translate porque é um texto inspirador especialmente para nós mamães que sempre insistimos em ser perfeitas e temos a impressão de ser um fracasso constante porque 'the green is always greener' na casa do vizinho.


Boa leitura meninas (e meninos)!

23 novembro 2010

As alegrias da maternidade são...

Sempre gostei de comics, mas desde que estou casada com um belga e viajo à Bruxelas com mais frequência, pirei na diversidade de comics que existem no país. São lojas e mais lojas dedicadas inteiramente a essas maravilhosas BDs (bande dessinée).


Na minha última viagem comprei os dois volumes que faltavam para minha coleção da premiadíssima série Rosalie Blum by Camille Jourdy (eu já havia dedicado um post no meu outro blog), e também comprei algo mais light e que estou adorando pois é super divertido. Chego a rir sozinha lendo o comic no trem e juro que é só abrir o livro que a curiosidade alheia dispara.


Vou postear e traduzir algumas das minhas partes favoritas aqui no blog (o original está em francês) e publicar uma vez por semana. Tenho certeza que muitas leitoras e amigas working mums se identificarão com a personagem assim como eu...


J'aurais adoré être ethnologue...
by Margaux Motin



Tradução:


1. Estrías nos seios, no ventre, em todas as partes...
2. Uma perda considerável do volumen dos seios
3. Manchas em todas as roupas e o pior, manchas que cheiram mal. 'Que engraçado esse efeito na sua camisa, é alguma criaçao do Dries Van Noten?', 'Antes fosse, é vômito!'.
4. Teu períneo que te abandona completamente e te deixa com incontinência - 'Ahahaha... Merda, não deveria ter exagerado na gargalhada acabei fazendo xixi na calça'.
5. O fim das noites tranquilas e bem dormidas e a angústia quando se deita 'será que ele vai acordar em uma hora?' 'e se ele chora e eu não escuto?' 
6. O fim das calcinhas fio dental súper sexy porque com as hemorróidas do parto normal é impossível!
e mais uma centena de outras coisas repugnantes... 
Related Posts with Thumbnails